18 de outubro de 2007

Outra vez trabalho...

É assim...

Sou professora...e constantemente mantenho uma relação de amor e ódio com minha profissão!

Explicando:

Ódio: da falta de reconhecimento tanto pela sociedade, quanto ficanceiramente, das dificuldades que a educação apresenta neste país....

Amor: é maravilhoso lecionar tanto para crianças, adolescentes ou adultos (nos meus quase dez anos de profissão já passei por todas as fases...ah..falta ainda ensino médio e graduação....hehe...).... o ato em si é gratificante....

Porquê?

Primeiro porque ensinamos e aprendemos mto...transmitimos conhecimentos, revemos o que achamos que sabemos, nos reformulamos constantemente. Fazemos mtas amizades, rimos (é pessoal...dá pra rir com nossos educandos sem perder a "disciplina") e é esta relação que me maravilha.... esta troca....


O hoje:

Neste ano trabalho com informática educativa... quase sempre com crianças de educação infantil a 4a série.... com as séries finais auxiliando em pesquisas....

Então.... o que estou percebendo é que: 1° - os alunos adoram (meio óbvio, claro...), 2° - o aprendizado é nítido...observo a autonomia que os pequenos estão adquirindo.... ahhhh e adoro isto - autonomia é uma coisa que me fascina.... no início do ano mtos nem sabiam como pegar o mouse e agora já estão aprendendo a trocar de atividades sozinhos e resolver pequenos "problemas".... é mto legal chegar na sala para buscar os alunos e ver eles vibrarem....assim...com todas as dificuldades da profissão acredito que ainda vale a pena!

É... faço parte do grupo de é professor e gosta porque é masoquista....hehehe....acho que estou perdida! :)

5 comentários:

Juliana Peixoto disse...

Pior, viu Drica!!
a educação no Brasil, ainda mais nos dias de hj, não tem um valor muito significativo, infelizmente.
Bjinhos!!

Família Vidigal disse...

Drica. Agradecemos por nos linkar. Já estamos providenciando o link do seu blog lá tb.
1) Sobre as cebolinhas. Acredito que temos que mudar de vaso sim. Pois as nossas pararam de crescer e agora estamos atrás de um vaso maior.
2) O vídeo está em inglês e é complicado pois o cara fala muito rápido mesmo. Mas nós fazemos em casa e dá muito certo. Basta ter uma ou duas folhas de papel manteiga, cortar as sacolas como ele indica e passar o ferro quente (cuidando pra nao enrrugar o tecido) sobre o papel manteiga. É ótimo. Estamos divulgando a idéia. Ajude a divulgar tb. Bom. É isso. Continue visitando nosso blog. Nós fazemos bolsas por encomenda e enviamos pra qualquer lugar. Ainda falta postar muita coisa que já está pronta. Aguarde as novidades. beijos da família Vidigal.

Diego disse...

eu ando ansioso pra estar inserido neste meio... é a profissão mais bonita e gratificante [na relação com os alunos]

bjs

Claudia Lemos disse...

Drica, tb sou professora mas acabei me envolvendo em projetos de arte-educação e depois mudei de ramo, então minha relação direta com sala de aula foi pouca.

Mas....um professor se faz com VOCAÇÃO, não tem outro jeito, então uma vez professor, sempre professor: não importa em que área se atue, a preocupação com a educação e a formação do outro vem sempre na frente, rsrs

Uma coisa que me incomoda muito é a frase "professor é sacerdócio", acho muito mal interpretada, sempre vejo sendo usada pra justificar a situação terrível dos professores em nossa sociedade, como se professores tivessem que ser criaturas abnegadas 24 horas por dia, suportando necessidades diversas pq escolheram assim.

Mas enfim, o resultado da desvalorização está aí, vamos ver até que ponto isso chega.

Bjão.

As partes interessadas disse...

Meu amor está descobrindo agora o fascinante mundo dos 'professores', tá adorando, pelo menos por enquanto... volte no nosso blog mais vezes, drica! Ele escreve pouco, mas quem sabe vc dá a sorte de ler um post do seu colega de profissão? rsrsrs... ele é professor de graduação. Bjos!

Pesquisa

Google