18 de agosto de 2007

Vida...

"A Coluna Quebrada" - Frida Kahlo - 1944

A vida às vezes nos parece tão sem sentido, confusão, idas e vindas, alegrias, sofrimentos, dores, angústias, desejos, ambições, etc.... Mas, enfim, para que buscamos, porque seguimos, o que verdadeiramente almejamos e, ainda, para o que viemos....

Respostas a estas indagações são objeto de estudo e busca pelo homem ao longo da história, porém penso que tudo se extinguirá e, talvez, não as encontraremos, ou ainda, de repente elas estejam à nossa frente, nos olhando, à espreita, mas não queremos enxergá-las....quem sabe não é mais conveniente fecharmo-nos, escondermo-nos em nossas próprias "conchas"....

O que é certo é que estamos aqui, presentes no mundo, agindo mecanicamente, dia após dia, com nossas vidas cotidianas, cheias de sentimentos, lutas, glórias e inglórias....e o que vamos fazer de nossas vidas???? Talvez, vivê-la, senti-la, sonhá-la.... porque o futuro não está em nossas mãos, ao menos não de modo que possamos precisá-lo, determinado.... mas o presente, este sim, é o nosso chão....então, basicamente, façamos com que este seja "tolerável", apreciando o que considerarmos importante, significativo, pois assim, de algum modo, poderemos experienciar a nossa estada nesta vida como algo que nos faça feliz!

2 comentários:

Cinthya Rachel disse...

Acredito que todos nós nascemos para sermos felizes. Mas a felicidade real e completa não é desse mundo.

Bolicho do Guasca disse...

A arte de Frida Kahlo é dura, triste e imprevisível e ao mesmo tempo nos surpreende e se torna tão gostosa quanto um beijo roubado, esta arte -tão inconstante nos faz mais naturais e nos deixa com a nítida certeza de que a vida deve ser curtida. Talves devessemos tanformar toda adversidade em aprendizado, assim como fez muitas vezes esta mexicana ... que de todos problemas retratou belezas!

Pesquisa

Google